Tempo

Peço-te que ande de vagar
mas que vá longe
 
Que não traga muitas pedras
mas que seu caminho
também não seja de todo liso,
pois é preciso estar atento.
As rugas são, também, importantes.
 
Peço que tenha cores no nosso caminhar
mas, que com suas luzes, não ilumines tudo
pois sombras são importantes
para manter algum mistério
 
Peço que o fim seja breve, mas distante
Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em poesia, Sem-categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s