Ode(io)aocomum

Não sou comum
pois não tenho senso
Não repito e não sinto, o comum

Sou mais e sou outro
Sou diferente

E, quadrado que sou,
Não me encaixo em nenhum círculo

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em poesia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s